terça-feira, 12 de novembro de 2013

Microsoft Excel 2013 - Power View

Introdução

Olá pessoal

Se você é fã de Dashboards, gráficos interativos e dinamismo na visualização de informações, o tópico de hoje é direcionado especialmente pra você.

A Microsoft, com o lançamento da versão 2013 do Office, está trazendo aos usuários uma experiência inovadora no modo como grandes volumes de informações são manipuladas, organizadas e exibidas. Até pouco tempo atrás, informações alojadas em diferentes bancos de dados precisavam passar por um processo de manipulação e organização em aplicações externas, para que fossem relacionadas de modo estar disponíveis em forma de consulta aos usuários – que assim estariam aptos a criar tabelas dinâmicas para apresentar os painéis de indicadores e Dashboards gerenciais/executivos.

No Excel 2013 os usuários possuem a sua disposição um conjunto de suplementos, cada um com um objetivo diferente, que podem ser ativados para aumentar a produtividade, interatividade e a maneira como se trabalha com o software para explorar e apresentar um conjunto de informações. E um desses suplementos – tema deste post – é o Power View.

Importante: a maior parte dos suplementos só está disponível na versão Office Professional Plus.

Sobre o Power View

Depois da sopa de letrinhas da introdução acima, vamos resumir: segundo a Microsoft, “o Power View permite que você crie e interaja com gráficos, segmentações de dados e outras visualizações de dados em uma única planilha”.

Caso queira obter informações mais detalhadas sobre o Power View, você pode visitar o link abaixo:


O Cenário


Isto dito, vamos supor que você trabalhe na área de RH de uma determinada empresa; você desenvolveu uma planilha de planejamento e controle das férias dos funcionários, conforme exemplo abaixo:


Ao invés de utilizar o método tradicional para gerar os Dashboards, através de Tabelas e Gráficos Dinâmicos, você quer tentar algo diferente – e é aí que entra o Power View.

Ativando o Power View

Como o Power View é um suplemento do novo Excel 2013, ele não está disponível por padrão após a instalação do software, sendo necessária sua ativação. Para isso, clique em Arquivo > Opções > Suplementos. Na lista de suplementos disponíveis, selecione a opção Suplementos COM e clique em Ir...


Selecione a opção Power View e clique em OK para confirmar sua ativação. Após ativar o suplemento, você poderá receberá uma mensagem sugerindo a atualização do hardware do seu computador, caso este não esteja dentro dos requisitos mínimos necessários para utilização do Power View.

Criando tabelas

Para que seja possível utilizar o Power View na criação de Dashboards dinâmicos, é necessário que o intervalo dos dados que será utilizado como referência seja convertido em uma Tabela. A criação de tabelas permite um trabalho mais organizado e facilitado para filtragem, além de oferecer um conjunto de formatações de colunas e linhas calculadas, que simplificam os cálculos.

Para inserir uma tabela utilizando os dados digitados, selecione todas as informações da planilha (neste exemplo, o intervalo compreendido entre as células $B$5:$I$65) e clique em Inserir > Tabela. Após sua criação, o Excel 2013 passará a conhecer o intervalor selecionado como Tabela1:


Para obter mais informações sobre as Tabelas no Excel 2013, visite o link abaixo:


Criando o Dashboard

Depois de converter o intervalo de dados em uma Tabela no Excel 2013, você poderá iniciar a construção do seu Dashboard. Para isso, clique em Inserir > Power View:


Caso já não esteja disponível, será necessário realizar a instalação do SilverLight no seu computador:


Para obter maiores informações sobre o SilverLight, visite o link: http://www.microsoft.com/brasil/silverlight/

Uma vez instalado o plug-in, você poderá iniciar a construção do seu Dashboard. A primeira exibição após a abertura do Power View é de uma página em branco, onde você poderá organizar a exibição das informações conforme necessário.

Esta página é estruturada pelo Power View em duas áreas, as quais podem ser entendidas da seguinte maneira:
  • Área de Exibição: nesta área os campos devem ser organizados para criar as visualizações desejadas;
  • Área de Filtros: nesta área os campos da lista estarão disponíveis para serem incluídos na exibição ou para serem incluídos nos filtros do relatório.



Após iniciar o trabalho com o suplemento, você poderá observar que o Ribbon (Faixa de Opções) passará a apresentar uma nova guia, chamada Power View. Nela, você poderá optar pela exibição da lista de campos gerada a partir dos dados utilizados como referência na Tabela. Ao clicar em Lista de Campos, você poderá visualizar e selecionar os campos da Tabela que deseja inserir no Dashboard atual:


Pense no painel de lista de campos como um exemplo de Tabela Dinâmica. Ao selecionar os campos na lista, estes serão exibidos no Power View em formato de uma tabela de dados.

A combinação de um número maior ou menor de campos possibilitará a visualização das informações, de acordo com a organização realizada. A grande vantagem é que a área de exibição das informações permite que diferentes dados sejam exibidos, em diferentes formatos – ou seja, a combinação de gráficos, tabelas e outros elementos depende apenas da necessidade – e da criatividade – de quem está efetuando a manipulação das informações.

Os campos com o símbolo de somatória – ∑ – são campos que contém valores numéricos, podendo ser utilizados para agrupamento em totalização através de uma fórmula (como por exemplo Soma, Média, Máximo, Mínimo e etc.)

Com os dados selecionados conforme exemplo ao lado, o resultado do Power View se daria da seguinte maneira:


Como o objetivo principal será utilizar o Power View para geração de Dashboards dinâmicos, oferecendo ao usuário uma experiência visual inovadora, o layout dos dados será modificado.

Na lista de campos, selecione apenas os itens Situação e Valor das Férias. O resultado será:


Veja que agora já temos uma aparência mais voltada a dados consolidados. Entretanto, suponha que nesse momento o mais importante seja descobrir a quantidade de funcionários de acordo com a situação – número de funcionários com Férias a Vencer e o número de funcionários com Férias Vencidas. Como os dados estão sendo apresentados em somatória de valores (Valor das Férias), você pode alterar a maneira como os dados estão resumidos – neste caso de Soma para Contagem. Para isso, clique na drop-down apresentado à direita do campo Valor das Férias e escolha a opção Contagem. Após realizar a alteração, será possível saber a quantidade de funcionários de acordo com o status das férias:


Em seguida, ao invés de manter a exibição dos dados em formato de tabela, o mais interessante é garantir que a exibição seja realizada através de gráficos. Mantendo a tabela com os resultados consolidados selecionada, na guia Design você poderá escolher um dos modelos de gráficos disponibilizados pelo Power View:


Ao determinar que a exibição das informações se dará através de gráficos, você irá visualizar os dados conforme exemplo abaixo (usando como referência um gráfico de barras):


Agora você pode continuar a montagem de outros painéis e dashboards com as demais informações disponíveis. Como exemplo, é possível exibir, através de um gráfico de pizza, a informação consolidada de funcionários por Prioridade de Saída. Para isso, organize uma nova tabela com essas informações e a converta em um gráfico. O resultado será:


Do mesmo modo que as Tabelas Dinâmicas, o Power View também oferece a possibilidade de inserção de Filtros. Para isso, basta clicar com o botão direito do mouse no campo que será utilizado como referência para a filtragem e escolher a opção Adicionar ao Filtro Exibição. Neste exemplo, utilize o campo Departamento. Deste modo, será possível ao usuário segmentar os gráficos e/ou tabelas da visualização conforme sua necessidade:


Drill down

A beleza por trás do Power View, além da facilidade na criação e organização dos gráficos e relatórios, é a possibilidade de realização de Drill down. O drill down permite que, ao clicar em uma parte do gráfico (como em uma coluna ou em um pedaço da pizza), o usuário tenha condições de visualizar apenas as informações relacionadas a este item, desdobrando-se também para os demais gráficos e/ou tabelas a ele relacionados(as).

A título de exemplo, suponha que após finalizar a construção do seu Dashboard, o resultado seja este:



Digamos que agora você precise concentrar o foco do relatório apenas nos funcionários com Prioridade de Saída alta. Basta que você clique na parte da pizza que contém essa informação. Todos os dados relacionados dos demais gráficos/tabelas também serão filtrados:


Pop-out

Ao passar o mouse sobre a parte superior direita de cada gráfico, você observará o ícone Pop-out. Ao clicar neste ícone, o Power View dará prioridade total à visualização do gráfico, expandindo-o sobre as demais informações:


Há ainda outros excelentes recursos oferecidos pelo Power View (!), mas essa é uma discussão para outro post.

Resumindo tudo, that´s a pretty cool stuff  J

Downloads

Quer guardar este post pra depois? Você pode fazer o download da versão digital no link abaixo:


Caso queira experimentar o Power View com base nos exemplos deste post, você pode efetuar o download da planilha no link abaixo:


Espero que tenha gostado, um abraço e até a próxima!


20 comentários:

  1. Fala Rafa, tudo bem?

    Aqui é o Rafa da ADP, não sei se vai lembrar... Rsss

    Por acaso você sabe se existe algum lugar para fazer o Download deste Power View para o Office 2010?

    E no Sharepoint, ele funciona bem?


    Abços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Rafael, tudo bem? Claro que eu lembro.

      Em ambos os casos, a resposta é não. Este é um recurso aplicável apenas à suite 2013 (tanto Excel quanto SharePoint).

      Um abraço!

      Excluir
  2. Olá senhores,

    Apenas corrigindo, o PowerView existe sim no SharePoint 2010.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, falha minha então Demétrio.

      Obrigado por corrigir.

      Excluir
  3. Raphael! Muito obrigado!
    Excelente resumo de como utilizar o Power View, usei o seu modelo e ficou ótimo!
    O meu gestor pensa que eu virei um BI; rs...
    Eu sou um mero mortal: Analista de Cobrança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eduardo :-)

      Confesso que não pude deixar de rir com o seu comentário. Agora imagine você que nós fazemos parte de um contingente mínimo, quase insignificante, que conhece o Power View. Quando as pessoas e empresas de fato descobrirem este recurso, terão um ganho absurdo na apresentação das informações.

      Um abraço e parabéns!

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Oi Raphael tudo bem?
    Com certeza não se lembrará de mim rsrs, eu fiz o curso de Excel com você na Impacta em 2012 :)

    Minha dúvida é a seguinte, é possível alterarmos a origem dos dados de uma tabela no Power View?

    Obrigada.
    Denise Mendes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise, tudo bem? Acho que eu lembro de você sim :-)

      Eu não entendi muito bem a sua pergunta: você possui uma fonte de dados alimentando o Power View e deseja alterá-la? De qual maneira? Alterando-a por outra fonte ou acrescentando dados à fonte existente? Qual o tipo de fonte de dados que você possui?

      Precisava entender um pouco mais sobre a sua necessidade.

      Obrigado!

      Excluir
  6. Ola Raphael... bom dia.
    Tenho duas duvidas: É possivel adicionar rotulo no grafico de pizza no power view?
    É possivel mescar tipos de graficos em um mesmo grafico, tipo coluna e linhas?

    excelente material... parabens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leandro,

      Até onde eu saiba, nenhuma das duas ações é possível. Acredito que para realizar ações como esta, é melhor (caso você ou sua empresa tenham acesso) utilizar o Power BI, que oferece mais flexibilidade na organização e exibição de dados e gráficos.

      Um abraço!

      Excluir
  7. Olá Raphael.
    Parabéns pelo seu post!
    Depois de algumas pesquisas, comecei a montar alguns dashboards com o Power View.
    Só tenho uma dúvida: A única forma de eu disponibilizar meus deshboards para um "usuário final" realizar consultas, é através do SharePoint ou tenho como salvar ou exportar somente para uma divulgação via e-mail para ser aberto no desktop por exemplo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Joab,

      Obrigado pelo comentário : )

      Olha, até onde eu sei, para que você disponibilize os dashboards criados em Power View para uma consulta ampla de usuários dentro da sua companhia, você precisa usar o SharePoint.

      Em breve teremos disponíveis no Brasil também o Power BI -- www.powerbi.com

      Um abraço!

      Excluir
  8. Boa tarde

    eu tenho a tabela mais aqui aparece " tempo limite da operação acabou "

    o que fazer???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo. Qual a versão do seu Excel, 2013 ou 2016? Você está utilizando dados externos na sua tabela?

      Pelo que li em uma rápida pesquisa, esse erro acontece por causa de algum problema no Silverlight Runtime. Então uma opção válida é reinstalá-lo.

      A fonte de onde vi essa informação foi essa daqui:

      http://blogs.msdn.com/b/arvindsh/archive/2012/12/25/the-operation-has-timed-out-while-using-power-view-in-excel-2013.aspx

      Espero que ajude!

      Excluir
  9. Olá, tenho o Excel do Office 365 esses suplementos funcionam para utilização com o Power BI? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcelo.

      Você não precisa do suplemento do Power View para usar o Power BI. O Power BI possui um aplicativo próprio, chamado Power BI Desktop, que você pode baixar gratuitamente para construir os seus dashboards a partir das suas conexões de dados.

      Basta acessar www.powerbi.com, baixar o aplicativo e começar a trabalhar.

      Um abraço!

      Excluir
  10. Olá Rapahel! Parabéns pelo material, muito didático.
    Eu estou começando a usar o Power View e ainda sou bem leigo. Eu estou montando um gráfico de dispersão animado, você sabe se é possível editar as cores do gráfico, eixos e etc?
    Outra dúvida, sabe se existe algum curso online que possa ajudar?
    Abraço,
    Rodolpho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rodolpho. Obrigado pela visita!

      Acredito que você não consiga mudar as cores individualmente. O que você pode fazer é usar os layouts pré-definidos que o Power View oferece para formatar seus dados.

      Sobre cursos online, não conheço nenhum que possa recomendar.

      Um abraço e boa sorte!

      Excluir