sábado, 2 de outubro de 2021

Importando cronogramas para o Project for the web

 Olá pessoal –

Na medida em que o tempo vai passando, novas funcionalidades vão sendo adicionadas ao Project for the web, e assim o produto vai amadurecendo e se tornando cada vez mais robusto para suportar as necessidades de negócio das organizações no que se refere ao gerenciamento de projetos.

Recentemente, a Microsoft anunciou a inclusão de um novo recurso à plataforma, com o objetivo de permitir a importação de cronogramas criados no Microsoft Project Desktop (.mpp files) para o Project for the web – e hoje vamos explorar este tópico aqui no blog.

A partir da página inicial do Microsoft Project (https://project.microsoft.com/pt-br), os usuários podem clicar em Novo projeto em branco e então escolher a opção Importar da área de trabalho do Project:


No passo seguinte, é necessário selecionar o arquivo a ser importado:



Ao término do processo de importação, um resumo das ações realizadas para alinhar o arquivo .mpp com as características aceitas pelo Project for the web será compartilhado:


Ao clicar em OK, o projeto criado é disponibilizado no Project for the web:


O que é e o que não é importado?

Como sabemos, o Microsoft Project Desktop é um aplicativo completo para gerenciamento de projetos, que oferece inúmeros recursos e funcionalidades para organização dos cronogramas. Em contrapartida, o Project for the web foi inicialmente concebido para ser uma versão “super light” de uma plataforma de gerenciamento de projetos, de forma que inúmeros recursos e funcionalidades que são disponibilizadas pelo Microsoft Project Desktop não estão presentes no Project for the web.

Como foi possível notar no print que detalha o resumo do processo de importação, os seguintes itens não são suportados pelo Project for the web:

  • Recursos – pois o Project for the web não suporta atribuições que definam unidades
  • Linha de Base – pois se trata de uma função/recurso que, até o momento, não existe no âmbito do Project for the web
  • Datas limite – também se trata de uma função/recurso não suportada pelo Project for the web
  • Divisão de tarefas – também se trata de uma função/recurso não suportada pelo Project for the web
  • Tarefa recorrentes – também se trata de uma função/recurso não suportada pelo Project for the web

Vale sempre a pena lembrar que a Microsoft procura sempre estar atenta às sugestões da comunidade no que se refere à melhoria e inclusão de recursos e funcionalidades em seus produtos. Portanto, se você tem uma sugestão de melhoria para o Project for the web, não deixe de compartilhá-la 😉.

Um abraço e até o próximo post!