segunda-feira, 24 de março de 2014

Indicador de Caminho Crítico

Olá pessoal,

Uma das necessidades mais comuns dos gerentes de projeto que utilizam o Microsoft Project é o desenvolvimento de um indicador que os auxilie na rápida identificação de que seu cronograma contém desvios de prazo. Através desse indicador, os gerentes tem condições de visualizar as tarefas que não estão de acordo com o planejado, e assim podem tomar ações de correção e ajuste. Todavia, um dos maiores problemas aparece justamente no momento de estabelecer um critério para que o indicador seja calculado.

Se você não está familiarizado com a construção de indicadores no Microsoft Project, sugiro a leitura deste post antes de continuar.

Continuando... em muitas empresas, adota-se o critério de percentual de desvio. Com esse critério, linhas de corte são estabelecidas e os indicadores exibem o farol a partir do momento que uma barreira é superada. Um exemplo bastante comum é:


Neste post é explicado como criar campos calculados que exibam o percentual de desvio de prazo das tarefas.

A adoção do critério de percentual de desvio é muito interessante, principalmente quando se deseja comparar quão distante o prazo de uma tarefa está em relação ao que foi planejado. Porém, ele pode distorcer o entendimento do gerente de projetos, tirando o foco daquilo que é importante. Veja o cronograma abaixo:


Crie o campo personalizado responsável por calcular o percentual de desvio de prazo do cronograma. Em seguida, adicione o campo criado à tabela e salve a Linha de Base para esse projeto.

Agora, vamos analisar um cenário proposto. Suponha que, por motivo inesperado, a tarefa Execução tenha de ser extendida por mais um dia, passando assim de 20 para 21 dias. Efetue a alteração e observe a coluna de percentual de desvio:
                                                     
Perceba que o aumento na duração da tarefa Execução causou uma série de impactos: as tarefas Treinamento, Operação Assistida e Encerramento, que possuíam vínculo com a tarefa Execução, sofreram desvio em relação à Data de Término da Linha de Base:


Se direcionarmos o foco na coluna % Desvio Prazo, a tarefa Treinamento foi a mais afetada, pois 1 dia de desvio no seu prazo representa 33% de desvio em relação ao que foi planejado (o que, de acordo com a tabela de desvios, apresentaria o indicador vermelho). Enquanto isso, a tarefa Execução possui apenas 5% de desvio (fazendo com que o indicador exibido fosse amarelo). Abaixo um exemplo de de como os indicadores seriam exibidos utilizando a tabela como critério de cálculo:


E é aqui justamente onde está o maior problema. Por mais que a tarefa Treinamento tenha sofrido um desvio de 33% em relação ao planejado, esse desvio não chega a comprometer o projeto, pois a tarefa não faz parte do caminho crítico. Recapitulando, uma tarefa crítica é aquela que não possui margem de atraso, ou seja, caso aconteça algum desvio no seu prazo, a data final do projeto será comprometida. E esse é o caso da tarefa treinamento. Escolha a opção do Microsoft Project que destaca as tarefas críticas do cronograma:


Nesse sentido, o desvio da tarefa Execução, por mais que seja de apenas 5% em relação ao planejado, é muito mais relevante para o projeto do que os 33% da tarefa Treinamento, pois a tarefa Execução pertence ao caminho crítico do projeto.

Para evitar um entendimento equivocado no cronograma, a sugestão é passar a trabalhar com um indicador de prazo que, ao invés de usar como critério o percentual de desvio, passe a considerar se a tarefa que sofreu o desvio está ou não no caminho crítico. Assim, teríamos:

Para criar o indicador, utilize o mesmo procedimento adotado no post sobre a criação de indicadores. A fórmula a ser aplicada é a seguinte:

IIf([Início da Linha de Base]=ProjDateValue("ND");"Sem Baseline";IIf([Variação do término]>0 And [Crítica];"Desvio crítico";IIf([Variação do término]>0;"Desvio não crítico";"Sem desvio")))

Entendendo a fórmula:


Por fim, escolha que a saída de dados se dará através de Indicadores Gráficos. Em seguida, insira a coluna criada na sua tabela:


Dessa maneira, você conseguirá ser mais assertivo e tomar decisões com melhor embasamento caso seu cronograma apresente algum problema de desvio no prazo – coisa, convenhamos, muito dificilmente irá acontecer J

Não deixe de fazer parte do grupo de discussões ‘Project na Prática’ no LinkedIn. Além de trocar ideias, esclarecer dúvidas e estar em contato com a comunidade do Microsoft Project em todo o Brasil, você também não perderá nenhum novo post do blog!

Como de costume, você pode fazer o download deste post clicando no link abaixo:

Um abraço e até a próxima!

2 comentários: